7 Motivos Pelos Quais Você Não Deve Investir em um Cardápio

A Dieta Cardápio é, de fato, uma prática que favorece muito a alimentação das pessoas.

 

Porém, ele pode não ser indicado para todas as pessoas.

 

É preciso analisar se o cardápio que você pretende seguir realmente vai te levar aos resultados tão desejados.

 

Caso contrário, talvez não seja uma boa opção investir nessa dieta.

 

Ao contrário do que pensa uma boa parte das pessoas, nem sempre adotar um cardápio é a melhor atitude a ser tomada.

 

Para te ajudar a tomar essa decisão, elencamos alguns motivos pelos quais você não deve investir em um cardápio.

 

Se você quer saber mais sobre os motivos pelos quais você não deve investir em um cardápio, continue lendo o nosso artigo a seguir.

 

7 Motivos Pelos Quais Você Não Deve Investir em um Cardápio.

 

  • Você não precisa cortar todas as gorduras da sua alimentação, como muitos cardápios sugerem que você faça.

 

Geralmente, quando as pessoas começam uma nova dieta, é muito comum ouvir que elas passarão a consumir apenas produtos light.

 

Mais do que isso, geralmente as pessoas rejeitam todo e qualquer produto que tenha algum tipo de gordura em sua composição.

 

Apesar de ser bastante comum que as pessoas façam isso, essa nem sempre é uma decisão recomendada.

 

Ou seja, nem todas as gorduras devem ser eliminadas do seu cardápio.

 

Inclusive, muitas pesquisas tem revelado que, para conseguir emagrecer, é preciso manter o consumo de gorduras boas.

 

Ou seja, aquelas gorduras que vem dos alimentos mais naturais possíveis.

 

Para consumir gorduras, basta ter o bom senso necessário para consumi-las da melhor maneira, sem exageros.

 

Além disso, as gorduras boas ajudam a reprogramar a energia do nosso corpo.

 

  • Não Se Contente Com o Que Diz o Cardápio.

O seu cardápio precisa ser atualizado constantemente.

 

Isso porque o cardápio que você adotou em um semestre pode não servir para o próximo semestre.

 

O meio da saúde é um campo que se atualiza bastante, e novas técnicas sempre surgem nesse mercado.

 

Por isso, você não deve se restringir às recomendações do cardápio.

 

Conhecer as novas dietas é sempre fundamental.

 

  • A Fonte do Cardápio Pode Não Ser Confiável.

É preciso pesquisar os cardápios que mais se adequam à sua realidade e, principalmente, à sua necessidade.

 

É muito comum que as pessoas vejam um cardápio que funcionou para uma pessoa e o copiem literalmente.

 

Essas pessoas esquecem, porém, que cada corpo tem uma realidade.

 

E a realidade do corpo de outra pessoa pode ser bem diferente da realidade do seu corpo.

 

  • O Cardápio Pode Ser Muito Complexo.

Uma boa parte dos cardápios são generalistas e, muitas vezes, eles não consideram a realidade econômica e alimentar da pessoa.

 

O ideal nesses casos é procurar um cardápio individualizado.

 

A forma mais confiável para ter esse cardápio é quando ele é elaborado por um profissional.

 

  • Cardápios Podem Ser Muito Restritivos.

 

Muitos cardápios disponíveis no mercado de Emagrecer restringem muito a alimentação de uma pessoa.

 

E isso pode fazer com que a pessoa que o adotou se sinta desestimulada a continuar com a dieta.

 

Por isso, nem sempre adotar um cardápio é a melhor opção.

 

Se o cardápio, por exemplo, restringir demais as comidas que você pode consumir, repense em adotá-lo.

 

Afinal, de nada adianta adotar um cardápio em um mês, e no outro, não conseguir mais controlar a própria alimentação.

 

  • O Cardápio Nem Sempre Especifica os Ingredientes.

Você está com um cardápio pronto em mãos, mas ele nem sempre especifica o tipo de ingrediente que deve compor as suas refeições.

 

Você precisa verificar se o cardápio determina o tipo de arroz, de feijão ou de farinha que você deve consumir, por exemplo.

 

Se o cardápio indica que você deve consumir uma fatia de presunto, por exemplo, ele precisa especificar qual presunto é mais recomendado para a sua dieta.

 

  • O Cardápio Pode Pressionar Uma Pessoa.

 

O cardápio não deve ser enxergado pela pessoa como um conjunto de normas a que ela está submetida.

 

Se isso acontecer, a pessoa vai se sentir pressionada pelo cardápio e tenderá a não segui-lo com eficácia por muito tempo.

 

A pessoa precisa se sentir bem com a alimentação que está proposta no cardápio.

 

Mais do que isso, ela precisa estar consciente de que qualquer mudança de hábito alimentar está sendo recomendada para o seu próprio bem.

 

Conheça as 100 Receitas Com Cardápio Low Carb Para Perder Gordura Abdominal AGORA.

 

Recomendado para Homens e mulheres de 22 à 48 anos.

 

São 100 Receitas Low-Carb divididas em:

Café da manhã
Almoço
Jantar
Saladas
Lanches e Sobremesas

Emagrecer
Dietas Low Carb
Fitness
Profissionais da área musculação

Saiba mais: 

Antonio de Lucca

Seja Muito Bem Vindo ou Bem Vinda ao Blog/Site Dieta Cardápio! Eu me chamo Antonio de Lucca - Moro em Suzano S.P. Trabalho como Instrutor de Capoeira em Academia de Artes Marciais - Treino e Sou Educador Físico! Criei esse Blog com Muito Amor e Carinho para também Simplesmente Transmitir meu Completo Conhecimento, sobre algumas Técnicas Básicas para o Alcance e a Ápice das Metas Saudáveis, isso se falando em Resultados Satisfatórios de Boa Forma Física, Resistência, Alimentação exata para cada tipo de Organismo, é, pode parecer estranho ou até impossível, mas se um ser VIVO no Planeta Terra Conseguiu Minha Amiga ou Meu Amigo, você, eu, nós, vós, eles também Conseguem só depende da Atitude de cada 1 para Querer e dizer sou treinado(a)!. rsrs Brincadeiras a parte; Obrigado por Estar Aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *